08 julho 2009

Carta aberta aos teólogos e pastores da prosperidade

Prezados teólogos e pastores da prosperidade e confissão positiva.

No dia 10 de julho o mundo comemorará os 500 anos do nascimento do reformador João Calvino. Aliás, desculpe, imagino que vocês nunca tenham ouvido falar do famoso reformador francês, até porque, se tivessem conhecido um pouco de sua história, jamais estariam ensinando em seus púlpitos absurdos como quebra de maldições, possessão demoníaca de crentes, a teologia da prosperidade e confissão positiva.

Caros profetas da riqueza, diferentemente de vocês, que fundamentam suas doutrinas em seus próprios umbigos, Calvino considerava a Bíblia como a base final de todas as suas idéias. Suas pregações em vez de sensacionalistas e manipuladoras estavam repletas de verdades bíblicas. O famoso reformador costumava pregar duas vezes a cada Dia do Senhor e, em semanas alternadas, todos os dias. Isto soma a algo perto de trezentas pregações ao ano, um total espantoso, especialmente quando descobrimos que ele também ensinava quase todo dia na Academia de Genebra. Calvino quando pregava o Novo Testamento o fazia sobre o original grego, quando pregava sobre o Antigo Testamento, usava o original hebraico. Todavia, para vocês teólogos da opulência, isto é um verdadeiro absurdo não é verdade? Até porque, segundo vocês, existe uma nova revelação sobre os profetas de Deus o que dispensa as Sagradas Escrituras.

Prezados mercantilistas da fé, ao contrário de vocês, Calvino acreditava na prosperidade como conseqüência do trabalho. Ele nunca decretou ou determinou a bênção ou enriquecimento dos filhos de Deus, coisas essas que vocês ensinam com esmero. Aliais, vocês são experts em declarar isso não é verdade? Vocês escondem o dinheiro na Bíblia, compram aviões, pedem dinheiro desavergonhadamente na televisão, publicam bíblias da prosperidade, e muito mais.

Caros utilitários da fé alheia, que tal aproveitar esta data emblemática e aprender um pouco sobre a reforma protestante? Tenho absoluta certeza de que ao lerem as histórias de Calvino, Lutero, Zwínglio, e as contraporem as Escrituras Sagradas, vocês serão confrontados pelo Senhor e abandonarão suas teologias espúrias, adoecedoras e anticristãs.

Por favor pensem nisso!

Naquele que reina e governa sobre tudo e todos!

Pr. Renato Vargens
Fonte: [ Blog do autor via Bereianos]

Um comentário:

Memórias de July Sanper disse...

Então quer dizer que crente não fica possesso eh isso? Hum... e o q fazemos com esta passagem então:

"Quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares secos, buscando repouso; e, não o achando, diz: Tornarei para minha casa, de onde saí.
E, chegando, acha-a varrida e adornada.
Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e o último estado desse homem é pior do que o primeiro." Lc 11:24 - 26 ou Mt 12:45

Hum... gostei muito do post... mas antes de falarmos algo temos q estar sob a luz da palavra! Tem muito crente de berço que quando vc vai orar o demônio ai debocha:
- Hum eu tô aqui a tanto tempo!
Normal galera... não vigia não pra ver o q q acontece... dá brecha pra ver se os demônios não fazem acampamento nessa casa lindinha!
Shalom a todos.
July Sanper

Veja Também